ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Juan Martin Del Potro: a história do tenista que não sabe o que é desistir

por Deise Freitas l deisefreitas91@gmail.com | edição de Ulisses Miranda | ulisses_mr17@hotmail.com

Potro cai na quadra após conquista da prata (Foto: Arquivo pessoal)

De Tandil, Argentina, saiu o tenista Juan Martin del Potro. Nascido em 23 de setembro de 1988, conheceu aos sete anos o esporte que viria ser a sua profissão. Em 2005 estreou como profissional, conquistando ao longo da carreira diversos campeonatos. Com apenas 28 anos, o atleta já passou por alguns problemas. Entre altos e baixos, Del Potro conseguiu seu lugar ao sol ao superar seu grande adversário: o próprio corpo.

Quando assistimos a uma partida de tênis, não imaginamos o que cada atleta passou para estar ali. Diversos são os treinos para alcançar um bom nível de competição. Del Potro sabe muito bem disso. Fora o treinamento pesado, o argentino também sofreu com lesões nos dois pulsos. Foram três cirurgias.

nhdhpt25

Potro nos Jogos Olímpicos do Rio 2016 (Foto: Clive Brunskill/Getty Images)

Foi um belo início de carreira. Em 2008 conquistou seu primeiro título no ATP 250 de Stuttgart, e na mesma temporada venceu mais três torneios consecutivos (Kitzbuhel, Los Angeles e Washington). Um novo ícone do tênis estava sendo apresentado à Argentina. O ano de 2009 foi espetacular, e também a melhor temporada de sua carreira. Del Potro emplacou quartas-de-final no Austrália Open, uma semifinal de Roland Garros e, finalmente, o título do US Open. Somando essas conquistas a outros bons resultados no decorrer do ano, Del Potro conquistou pela primeira vez o 4° lugar no ranking ATP, aos 20 anos de idade.

Potro em período de recuperação da terceira cirurgia (Foto: Arquivo pessoal)

Mas nem tudo eram flores. Após um ano promissor, o tenista viu sua carreira tomar um novo rumo. No Australian Open de 2010, começou a sentir dores em seu punho direito. Foi então a sua primeira intervenção cirúrgica, e longos oito meses de recuperação. Não se dando por vencido, ainda tentou competir, mas as dores foram mais fortes que sua vontade e não conseguiu passar da primeira rodada de dois torneios.

Como fênix, renasceu em 2011, ganhando o prêmio da ATP de melhor retorno do ano, conquistando dois títulos. No ano seguinte, continuou crescendo. Venceu quatro competições. Teve sua primeira conquista olímpica em Londres, quando levou para a Argentina a medalha de bronze. Em 2013 manteve seu bom desempenho, ganhando quatro novos troféus. Com a boa recuperação, voltou a entrar no Top 5 do ranking ATP. Porém, em 2014, voltou a sentir dores no punho. Dessa vez era seu lado direito que o tirava novamente das quadras. Realizou sua segunda cirurgia. A temporada foi interrompida e Del Potro se viu novamente fora das competições.

No ano de 2015, assim como na primeira vez, tentou voltar. No entanto, um agravamento em sua lesão o levou à terceira cirurgia, e novamente ele se viu longe das competições. Nesse momento, pensou pela primeira vez em desistir do esporte. Cogitou a aposentadoria. Pensando em pendurar as raquetes, não deixou de treinar, mesmo estando longe das competições.

arquivo pessoal

Potro agradece apoio da torcida (Foto: Arquivo pessoal)

Juan Martin del Potro poderia ser brasileiro, pois não é do tipo que desiste. O argentino, em 2016, voltou com tudo, e no seu primeiro torneio chegou às semifinais. Nas Olimpíadas do Rio 2016 teve sua consagração ao bater na estreia o atual melhor do mundo: Novak Djokovic. Na semifinal venceu Rafael Nadal e, na final disputada com Andy Murray, Del Potro saiu com a medalha de prata após um jogo acirrado. Pela conquista, o argentino caiu na quadra e chorou sob o embalo dos gritos da torcida brasileira.

Em setembro o atleta publicou, em sua conta no Facebook, um agradecimento a todos que vibraram pela sua volta. Mencionou os Jogos do Rio como um grande ponto em sua vida, após passar pelos desafios físicos. Anunciou as merecidas férias, para pensar em tudo que lhe ocorreu durante o ano.

“O objetivo é terminar o ano saudável para fazer uma boa pré-temporada e ter metas importantes em 2017”, disse.

FONTES CONSULTADAS:

GLOBO ESPORTE. Juan Martin Del Potro passa bem após terceira cirurgia no punho esquerdo. Disponível em: http://globoesporte.globo.com/tenis/noticia/2015/06/juan-martin-del-potro-passa-bem-apos-terceira-cirurgia-no-punho-esquerdo.html. Acesso em: 15 out. 2016.

MUNHOS, Henrique e NAGAMINE, Guilherme. Cirurgias, mil posições no ranking e treinos no Boca; Como Del Potro voltou a bater um top 5. Disponível em: http://espn.uol.com.br/noticia/610368_cirurgias-mil-posicoes-no-ranking-e-treinos-no-boca-como-del-potro-voltou-a-bater-um-top-5. Acesso em 15 out. 2016.

TÊNIS BRASIL. Del Potro confirma cirurgia no punho esquerdo. Disponível em: http://tenisbrasil.uol.com.br/noticias/25845/Del-Potro-confirma-cirurgia-no-punho-esquerdo/. Acesso em: 15 out. 2016.

Deixe um comentário