ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Boa alimentação faz toda a diferença para ficar em forma para o verão

por Maíra Pilatti | mairapilatti@gmail.com

A menos de dois meses para a chegada do verão, homens e mulheres se preocupam intensamente em colocar o corpo em forma. Muitas pessoas não cuidam da alimentação e muito menos fazem exercícios físicos durante o ano. Mas chega nesta época do ano e, ao ver a mídia expondo corpos perfeitos, os seres “normais” querem o mesmo. Para quem treina o ano inteiro, esse objetivo está mais próximo. Para quem não treina, está na hora de correr atrás de prejuízo.

Segundo o professor de Educação Física Anderson Dutra, que auxilia alunos em busca do corpo perfeito na academia Performance, é possível obter um resultado significativo entre um e dois meses de treino. Basta o aluno se empenhar fazendo uma dieta e um treinamento regrado. “Alimentação é a base de um bom resultado”, diz Dutra.

Reprodução

Proteínas são indicadas para quem quer perder peso com uma dieta saudável

A estudante de Nutrição Jessica Barbieri também dá dicas para quem quer obter um bom resultado em pouco tempo. “A alimentação é fundamental para melhorar qualquer objetivo e principalmente aqueles destinados à atividade física”’, afirma a futura nutricionista. Jéssica salienta que cada indivíduo tem suas particularidades e por isso não adiantam as “dietas prontas”.

De acordo com ela, para obter bons resultados na academia, além de emagrecer de forma saudável, é recomendado ingerir proteínas, pois elas ajudam na recuperação da atividade física e no aumento de massa muscular. São aconselháveis as proteínas de carnes vermelhas e magras (desde de que consumidas com moderação), ovos, peito de frango, peixes e leite (preferência desnatado). “As carnes são as melhores proteínas principalmente do tipo magro como o frango. Ao contrário do que se pensa, os carboidratos também são indicados para uma boa recuperação muscular, principalmente nos dias de treino, além de garantir energia para o corpo, o que é fundamental para conseguir fazer exercícios físicos, claro que de forma controlada e sem excesso”, salienta a estudante de Nutrição. Entre os carboidratos indicados estão arroz, pães integrais, aveia, batata doce, lentilha e fibras.

“Evite gorduras saturadas, pois essas sim atrapalham no desempenho do atleta nos treinos, além de fazer mal para o coração”, diz Jéssica. A água também tem um papel fundamental para mandar embora toxinas, já que 70% do corpo é formado por líquido.

O professor de Educação Física Anderson fala por experiência própria. “Perto do verão muitas pessoas procuram a academia e querem o resultado rápido, achando que terão um resultado mágico em dois meses”, diz o instrutor. Ele alerta para os excessos que podem provocar lesões e lembra que o alongamento é essencial. “É preciso cuidar também com a carga excessiva”, afirma o educador físico.

 

Deixe um comentário