ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Daniel Dias, o recordista paralímpico

por Gabriela Soares | jornalismo.gabi@hotmail.com | edição de Ulisses Miranda | ulisses_mr17@hotmail.com

Daniel Dias comemorando medalha de ouro nos Jogos Paralímpicos do Rio (Foto: Sergio Moraes/Reuters)

Comparado com Michael Phelps, Daniel Dias é considerado um dos melhores paratletas da natação de todos os tempos. Para chegar a esse sucesso, o paratleta passou por dificuldades e descobrimentos.

Daniel nasceu com má formação dos membros superiores e da perna direita. Desde o início recebeu o apoio da família. Chorou muito na infância, superou preconceitos e apelidos cruéis dos colegas que tocavam nele para ver se era de “verdade”. Os colegas e o próprio Daniel aprenderam que ele era diferente sim, mas sem limitações na sua capacidade. A primeira medalha de ouro foi aos quatro anos em um concurso de desenho.  Ele mostrou que apesar de não possuir os braços conseguia pintar.

mi_1109123896114718

Daniel Dias aos seis anos (Foto: Arquivo pessoal)

Daniel era uma criança muito ativa e apaixonada pelo esporte. Chegou a praticar futebol na escola, onde quebrou muitas próteses. A natação entrou para a vida do paulista apenas aos 16 anos, quando ele assistiu, pela televisão, as conquistas de Clodoaldo Silva em Atenas-2004. No fim do ano de 2004 iniciou os treinos na Associação de São Paulo, com Márcia Greguol, a primeira professora de natação de Daniel. Aprendeu os quatro estilos em 2 meses e em oito aulas. O seu desempenho surpreendia a todos.

As Paralimpíadas

Hoje com 28 anos, treinado por Marcos Rojo e com a bagagem de 24 medalhas nas piscinas paralímpicas, Daniel é conhecido como uma máquina de conquistar medalhas. Foi o maior medalhista paralímpico da categoria S5 na Paralimpíada de Pequim/2008, com nove medalhas. Ganhou ouro nos 50m costas, 100m livre, 200m livre e 200m medley; prata nos 50m borboleta, 50m livre, 100m peito e no revezamento 4x50m medley; e bronze no revezamento 4x50m livre. Conquistou seis medalhas de ouro na Paraolimpíada de Londres/2012 nas provas dos 200m livre, nos 50m livre, nos 100m peito categoria SB4 e nos 50m costas, nos 50m borboleta e nos 100m livre. Em 2016, nas Paralimpíadas do Brasil, conquistou ouro nos 50m costas, 50m livre, 100m livre, 200m livre; prata nos revezamentos 4x50m misto, 4x100m masculino e nos 100m peito; e bronze nos 50m borboleta e no revezamento 4x100m medley.

Além de ter o quadro de medalhas impecável, Daniel Dias recebeu três vezes o prêmio Laureus, considerado o “Oscar do esporte”, na categoria de melhor atleta paralímpico. Já havia sido eleito em 2009 e 2013. A terceira vitória veio pela conquista das oito medalhas (sete de ouro e uma prata) no Mundial Paralímpico de Natação, em Glasgow na Escócia, e dos oito ouros nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto, no Canadá.

O projeto ADD – Nadando com Daniel Dias tem como inspiração o paratleta. Visa o treinamento de atletas com deficiências e tem o objetivo de prepará-los para diversas competições nacionais e internacionais de natação. É realizado em Bragança Paulista, cidade do interior de São Paulo onde Daniel mora. Participam cerca de 20 atletas com deficiência, com idade a partir de 15 anos, de ambos sexos. A seleção dos participantes leva em conta o potencial esportivo de cada um para a natação.

Daniel participa de palestras onde conta sua história de superação e mudanças, enfatizando que tudo é possível quando o esforço é máximo, independente de qualquer limitação. Costuma dizer:

“Deficiente é uma palavra limitante e que classifica a pessoa. Deficiências e limites todos nós temos. Portanto, não sou um atleta deficiente, sou um atleta paralímpico”.

Daniel Dias nos Jogos de Londres 2012 ( Buda Mendes/CPB)

Daniel Dias nos Jogos de Londres-2012 (Foto: Buda Mendes/CPB)

FONTES CONSULTADAS:

DANIEL DIAS. Disponível em: http://www.danieldias.esp.br/. Acesso em: 08 out. 2016.

OLIVEIRA, Roberto. Daniel quebrou preconceito da escola ao casamento. E não é coitadinho. Disponível em:  http://olimpiadas.uol.com.br/noticias/2015/09/07/daniel-dias-quebrou-preconceitos-da-escola-ao-casamento-e-nao-e-coitadinho.htm. Acesso em: 10 out. 2016.

ZH ESPORTES. Daniel Dias conquista sua quarta madalha de ouro na Rio-2016. Disponível em:  http://zh.clicrbs.com.br/rs/esportes/olimpiada/noticia/2016/09/daniel-dias-conquista-sua-quarta-medalha-de-ouro-na-rio-2016-7494246.html. Acesso em: 01 out. 2016.

Deixe um comentário