ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Simone Biles: os saltos e as quedas da ginasta de ouro

por Alessandra Vida | alekwicz@gmail.com | edição de Ulisses Miranda | ulisses_mr17@hotmail.com

(Foto: Dylan Martinez/Reuters)

Simone Arianne Biles nasceu em Columbus, no Texas. Tinha três anos quando o serviço social dos Estados Unidos a resgatou junto de seus três irmãos da casa onde vivia com sua mãe, Shanon Biles, que era dependente de drogas e álcool. As autoridades do país tiraram sua custódia. O pai de Simone, Ronald, e sua esposa, Nellie, ficaram com ela e sua irmã mais nova. Seus irmãos mais velhos ficaram com a irmã de seu pai. Algum tempo depois, Simone e sua irmã foram adotadas pelos avós, com quem vivem até hoje. Sua infância difícil aparentemente não interferiu em sua carreira brilhante. O fato de sua mãe ter sido presa diversas vezes fez parte de sua vida como tantas outras coisas. “Ás vezes ainda me pergunto se minha mãe biológica se arrepende e se queria ter feito as coisas de forma diferente, mas evito me prender a essas perguntas porque não sou eu quem tem que respondê-las”, afirma Simone.

Ainda criança, Simone foi adotada por seus avós, com quem vive até hoje. (BBC Brasil/Getty Images)

Simone hoje vive com seus avós e irmã (Foto: Getty Images)

Simone demonstrou o dom para os saltos logo na infância. Seu avô diz que a jovem sempre gostou de pular e dar piruetas. Certo dia, uma excursão da escola foi cancelada devido ao mau tempo. Então a instituição decidiu levar seus alunos para fazer um passeio ao centro de ginástica. Simone, na época com seis anos, mostrou movimentos que impressionaram os treinadores. Tanto que ao voltar para casa, entregou aos seus avós um bilhete que dizia: “Vocês já pensaram em colocar sua filha na aula de ginástica?”, feito pelos instrutores.
A ginasta foi descoberta dois anos após o ocorrido na excursão por sua então treinadora, Aimée Borman. Em 2012, decidiu terminar o ensino médio em casa para poder se dedicar ainda mais ao esporte. Simone passou a treinar 32 horas semanais. Tanto esforço lhe rendeu muitos títulos. São 17 medalhas em campeonatos nacionais (11 de ouro e seis de prata) e 14 medalhas em campeonatos mundiais (10 de ouro, duas de prata e duas de bronze). Fez história nas Olimpíadas Rio 2016 subindo ao pódio 5 vezes, com quatro ouros e um prata.

Nadia Comaneci nos Jogos Olímpicos de Montreal, em 1976. (The New York Times/Finlay MacKay)

Comaneci nas Olimpíadas de Montreal, em 1976 (Foto: The New York Times/Finlay MacKay)

Simone Biles é constantemente comparada com Nadia Comaneci, ginasta romena que ganhou o primeiro dez perfeito na história da ginástica na Olimpíada de Montreal, em 1976. As séries de Comaneci, com sua estrutura fina e longilínea, faziam com que seus movimentos lembrassem balé. Já Biles é pura potência. O fato de ser tão baixa pode ser uma vantagem competitiva em alguns aparelhos, já que ela tem o centro de gravidade mais próximo ao solo. Aimeé, sua treinadora, diz que ginasta tem uma orientação espaço-temporal excepcional, sabe exatamente onde está e como e quando vai chegar.

Além disso, há um fator determinante que torna Simone Biles tão extraordinária. As fibras musculares de seu corpo lhe concedem a força e flexibilidade necessárias para que haja a explosão que vemos em seus saltos. Simone é o mais novo ídolo da ginástica artística. Seu índice de medalhas a levará ainda mais alto que seus próprios saltos. Não é a próxima Nadia, mas, segundo a própria atleta, “a primeira Simone”.

FONTES CONSULTADAS

BRASIL, BBC. De infância difícil a supercampeã: o que torna a ginasta Simone Biles tão extraordinária. Disponível em: http://www.bbc.com/portuguese/geral-37063487. Acesso em: 03 out. 2016.

WIKIPÉDIA. Simone Biles. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Simone_Biles. Acesso em: 03 out. 2016.

Deixe um comentário